quinta-feira, 30 de junho de 2016

Anápolis recebe 15º Campeonato Mundial de Futsal Universitário (WUC Futsal 2016)

        A cidade de Anápolis e Goiânia será palco neste mês de julho do 15º Campeonato Mundial de Futsal Universitário (WUC Futsal 2016) que é o evento de maior relevância no cenário universitário internacional, nas modalidades feminino e masculino. Serão 22 seleções mundiais e aproximadamente 500 atletas participando de um evento que será transmitido ao vivo pela Eurosports.
        Os jogos acontecem até o dia 10 de julho, em Anápolis sempre no Ginásio Internacional Newton de Faria. Em Goiânia, a competição acontece no Ginásio Arena. A equipe feminina do Brasil é pentacampeã.
A secretária estadual de Educação, Cultura e Esporte, Raquel Teixeira, explicou que o evento traz um número de jogos intensos e, por isso, Anápolis foi escolhida para receber um campeonato mundial. “É uma parceria que dá certo. Anápolis tem uma estrutura adequada e com certeza teremos condições de receber mais eventos como este”, observou.
        O prefeito da cidade de Anápolis João Gomes ressaltou que Anápolis foi escolhida porque investe no esporte constantemente. “Não é a primeira vez que nossa cidade é escolhida para sediar um campeonato mundial. Somos lembrados como uma administração que incentiva várias modalidades por meio dos nossos programas sociais e competições que promovemos. Vamos organizar um Mundial de Futsal Universitário com toda a nossa capacidade e impulsionar mais uma vez o município para todo o mundo”, disse.
       Com as últimas duas edições realizadas em Portugal e Espanha, o evento é organizado pela FISU (The International University Sports Federation) acontecem a cada dois anos. É a primeira vez que o Brasil sedia um Mundial de Futsal, desbancando países sede como França e Japão nas últimas eleições.
      Participam do mundial as seguintes seleções: Brasil, Argentina, Alemanha, França, Republica Tcheca, Portugal, Rússia, Tailândia, Israel, China, Nova Zelândia e Kazaquistão, na modalidade masculina. No feminino a disputa tem Brasil, Argentina, Canadá, China Tapei, México, Portugal, Rússia, Costa Rica, Nova Zelândia e Kazaquistão.