segunda-feira, 22 de agosto de 2016

O Atletismo do Brasil: destaque para as provas de campo nos Jogos do Rio 2016

    A primeira Olimpíada realizada na  América do Sul teve um bom saldo para o atletismo brasileiro pois conseguimos classificar para 11 finais e ainda teve um atleta no ponto mais alto do pódio: Thiago Braz da Silva, ganhou a medalha de ouro no salto com vara e de quebra quebrou o recorde olímpico e sul americano.
        Segundo a confederação brasileira de atletismo  o  Brasil conseguiu cumprir as metas estabelecidas, pois o  desempenho dos atletas foi superior em mais de 100 % quando comparado a edição anterior que foi disputada na cidade de Londres que teve  como melhor resultado um quinto lugar conquistado pelo atleta Marilson dos Santos na maratona.
     Nesta edição conquistamos apenas uma medalha de ouro mais como descrito anteriormente os resultados foram excelentes:
         
            ATLETA                                         PROVA                                   COLOCAÇÃO
THIAGO BRAZ DA SILVA
 SALTO COM VARA
                      1º
ERICA DE SENA
MARCHA ATLÉTICA 20 KM FEMININO
                      7º
 PAULO ROBERTO DE PAULA
 MARATONA
                     15º
 CAIO BONFIM
 MARCHA ATLÉTICA 20 KM MASCULINO
                      4º
 DARLAN  ROMANI
 ARREMESSO DE PESO MASC
                      5º
 WAGNER DOMINGOS
 LANÇAMENTO DO MARTELO MSCULINO
                    12º
 GEISA ARCANJO
 ARREMESSO DE PESO FEM
                     9º


          O ponto mais discutido nessa edição dos jogos foi o crescimento das provas de campo que teve uma bela conquista no salto com vara alem de participar de mais 3 finais sendo que no arremesso masculino Darlan Romani foi grande conquistando uma quinta colocação inédita com direito a quebra de recorde nacional.  
 ATUAL RECORDISTA BRASILEIRO DO ARREMESSO DE PESO COM A MARCA DE 21.02    Nas redes sociais vários atletas e pessoas envolvidos com a pratica do atletismo questionaram os investimentos que foram feitos por parte da confederação principalmente no fato que se refere aos revezamentos que conseguiram participar de duas finais tendo como melhor resultado um 6º lugar. 
       Um fato é inegável...precisamos investir na nossa base fortalecer o esporte escolar pois é na escola que todos os talentos são descobertos pelos professores de Educação Física, alem disso é preciso aumentar as competições para os atletas adquirirem experiencias e a qualificação dos treinadores através de  cursos e Camping.
         O atletismo de Goiás não teve nenhum atleta classificado para disputar os jogos no Rio de Janeiro na modalidade de atletismo mais a comunidade atlética do estado ficou muito feliz pois os árbitros Nedir Alves Caixeta e Jose Alves dos Santos foram convocados e exerceram seus trabalhos com exito nos jogos do RIO2016.