domingo, 5 de fevereiro de 2012

Atletas do Projeto Zatopek iniciam os treinamentos de 2012: A iniciativa atende centenas de crianças e jovens em competições estaduais e nacionais


A Prefeitura de Anápolis, por meio da Secretaria Municipal de Educação, iniciou neste mês os treinamentos com atletas que participam do Projeto Zatopek para as competições de 2012. A iniciativa atende mais de mil crianças e adolescentes em campeonatos interescolares e treina 65 adolescentes do Núcleo de Excelência nas categorias de salto a distância, salto triplo, corridas de velocidade, fundo e meio-fundo, arremesso de peso e lançamento de dardo. Os treinos acontecem as segundas, quartas e sextas-feiras na pista da UniEvangélica, que é parceira do projeto. A Prefeitura de Anápolis disponibiliza profissionais para que o treinamento seja completo, seis técnicos, fisioterapeuta e fisiologista realizam atendimentos durante o treino e acompanham o desenvolvimento dos competidores. O trabalho conta com duas frentes: a primeira relacionada as competições interescolares envolvendo alunos das redes municipal, estadual e privada. Uma vez por mês as escolas se encontram para disputar provas de fundo, que variam de 1.609 metros a 4 km. Através desta competição, os estudantes ranqueados podem participar do Núcleo de Excelência em Atletismo Escolar (NEAE). A segunda frente trata-se da equipe que cuida dos alunos/atletas que se destacam no circuito escolar e que, posteriormente, formam o Núcleo de Excelência. Gabriela Mota da Cruz é um exemplo deste bom resultado. A atleta conquistou em 2011 o terceiro lugar no Campeonato Brasileiro/Caixa Interclube na categoria três mil metros. A medalha foi à única do estado de Goiás. Segundo o coordenador do projeto, Marcos Bonfim, o Zatopek está em seu sexto ano e é uma das mais brilhantes ações de inclusão social através do esporte. “Durante este período descobrimos grandes talentos. Hoje temos atletas que se destacam no cenário estadual e até nacional”, destaca. Além dos treinamentos, em 2012 os jovens contam com equipamentos novos, como dardos importados para as categorias mirim, menores e adulto juvenil; além de pares de tênis doados por uma academia da cidade. Para o atleta Juliano da Silva, recordista goiano das provas de 100 e 200 metros rasos na categoria menores de 15 a 17 anos, a meta este ano é intensificar os treinamentos e superar os resultados anteriores. “Estou confiante e bastante motivado. Temos planos a serem alcançados e vamos nos dedicar para alcançar os objetivos”, afirma.
reportagem publicada no site da prefeitura de Anápolis