sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

A historia da capoeira no Brasil


Há várias historias sobre a origem da capoeira no Brasil mais duas que predomina ate hoje e são aceitas e questionadas são que ela veio para o Brasil trazida pelo negros da áfrica ou que ela nasceu aqui no Brasil pelo negros africanos este questionamento existe porque o ministro das finanças Rui Barbosa incinerou os documentos referentes ao período da escravidão, em 1890, por isso não tem muitos dados sobre o surgimento da capoeira e sua expansão até o final do século XIX. Mais dessas hipóteses mais aceitas e que ela surgiu no Brasil pelos negros africanos que usava a capoeira como luta para fugir das senzalas disfarçadas como dança para os senhores e capitães do mato não descobrir que se tratava de uma luta para ser usadas contra eles onde os movimentos era baseados no movimentos dos animais e recebeu esse nome porque eles praticava a capoeira num mato bem baixo que chamava capoeira, essa hipótese e mais aceita porque vários pesquisadores, e historiadores brasileiros estiveram na África e principalmente em Angola e jamais foram encontrados vestígios de uma luta parecida com a nossa Capoeira.

Em 1808 Napoleão Bonaparte invadiu Portugal, e o rei português D. João VI fugiu para o Brasil com toda a sua corte. Os recém chegados percebiam a necessidade de destruir a cultura de um povo para conquistá-lo. E a capoeira, assim como o resto da cultura negra, passou a ser reprimida, num processo que iria culminar com a sua proibição por lei no primeiro código penal da república, cap XII, artigo 402, em 1890. Art. 402. Fazer nas ruas e praças públicas exercícios de agilidade e destreza corporal conhecida pela denominação Capoeiragem: andar em carreiras, com armas ou instrumentos capazes de produzir lesão corporal, provocando tumulto ou desordens, ameaçando pessoa certa ou incerta, ou incutindo temor de algum mal;
Pena: de prisão celular por dois a seis meses.

As duas maiores figuras da capoeira do nosso século são, sem sombra de dúvida, os mestres Bimba(1900-1974) e Pastinha(1889- 1981), que nasceram na Bahia, justamente no período da marginalidade da capoeira.Na verdade, eles, e o mito que os envolve, são tão importantes que poderíamos dizer que Pastinha e Bimba são os “ancestrais mitológicos” (são os “avôs”) de todos os jogadores de capoeira.E muito do que somos, ou tentamos ser, se deve ao que estes homens foram, ou ao que representam.

Mestre Bimba chamava Manoel Dos Reis Machado Nasceu no dia 23 de novembro de 1900 Faleceu no dia 5 de fevereiro de 1974 Foi o criador do estilo capoeira regional e Começou a treinar aos 12 anos de idade, jogando capoeira angola, que ele ensinou por 10 anos. Na década de 30 cria a capoeira regional sendo que a criação da Regional foi a junção do luta chamada Batuque mais a capoeira Angola , ele em 1932, faz apresentação para o atual presidente Getúlio Vargas e consegue de fato a liberação da prática da capoeira, e junto com ela a liberdade de todas as outras formas de manifestação da cultura negra. Mestre Bimba disse “eu fiz a capoeira regional, enquanto estudava e praticava a de angola, fui inventando e aperfeiçoando novos golpes.Hoje a angola tem nove, e a regional tem cento e vinte.Na década de30 eu criei, completa, a regional, que é o batuque misturado com a angola, com mais golpes, uma verdadeira luta, boa para o físico e para mente”.

Mestre Bimba criou um método de ensino para a capoeira, que até então, não existia.consistia em: Exame de admissão Seqüência de ensino , composta de oito partes Cintura desprezada – Seqüência de balões. Batizado , Consistia em dar um apelido Formatura , Com madrinhas, paraninfos e até diploma Curso de especialização, era composto de dois meses de aula dentro da academia e um mês fora

Mestre Pastinha chamava Vicente Ferreira Pastinha Nasceu no dia 5 de abril de 1889 Faleceu dia 13 de novembro de 1981 Foi um dos principais mestres de capoeira da história Ensinou a capoeira por décadas ate entregou a capoeira para seus dois discípulos: Mestre João Grande e João Pequeno.

Atualmente a capoeira é praticada em mais de 150 países dos 5 continentes por homens e mulheres de todas as idades, credor e descendências; em aulas ministradas por milhares de mestres brasileiros, de todas as classes sociais. Sendo que so no Brasil são mais de cinco milhões de pessoas que pratica a capoeira

Professor: Gislei da Silva Pimentel 25-02-2011